REVISTA TEOLÓGICA FABAMA

STBSL Periódicos

Page 2 of 7

O DISCIPULADO COMO CUMPRIMENTO INTEGRAL DA GRANDE COMISSÃO

CAVALCANTI, Anderson. Discipulado nas Cartas de I e II Timóteo: Uma abordagem contemporânea do fazer discípulos. Curitiba: A.D. Santos, 2017.

Nedson Mateus Machado Fonseca

O-DISCIPULADO-COMO-CUMPRIMENTO-INTEGRAL-DA-GRANDE-COMISSÃO

O FUTURO DOS BATISTAS NO BRASIL

OLIVEIRA, Jonas. O futuro dos Batistas: diálogo, unidade, liderança e contextualização. São Paulo: Vital Publicações, 2017.

Anderson Carlos Guimarães Cavalcanti

O-FUTURO-DOS-BATISTAS-NO-BRASIL

RENOVAÇÃO ESPIRITUAL NO MEIO DOS BATISTAS DO BRASIL NA DÉCADA DE 1960

Natasha Nickolly Alhadef Sampaio Mateus

Yuri Givago Alhadef Sampaio Mateus

RESUMO

Este artigo apresenta reflexões parciais sobre o Movimento de Renovação Espiritual (MRE) entre os batistas do Brasil na década de 1960, que resultou na chamada divisão histórica ocorrida, em janeiro de 1965, durante a 47ª Assembleia da Convenção Batista Brasileira (CBB) na Primeira Igreja Batista em Niterói-RJ. Para tal escopo, historicizou-se os surgimentos da CBB e o chamado Tripé do MRE, Appleby, Nascimento e Tognini, que são considerados os principais responsáveis por esse movimento, o qual possibilitou a criação da Ação Missionária Evangélica (AME) e o nascimento da Convenção Batista Nacional (CBN). Destacou-se que a partir de 2000 houve uma reaproximação entre a CBB e a CBN. Assim, revela-se aos membros das Igrejas Batistas esse conhecimento histórico, e aponta-se que essa divisão não gerou grandes sequelas, pelo contrário, contribuiu para a propagação do protestantismo no Brasil.

Palavras-chave: Convenção Batista Brasileira. Convenção Batista Nacional. Protestantismo no Brasil.

ABSTRACT

This article analyzes the partial reflections on the Spiritual Renewal Movement (MRE) among Brazilian Baptists in the decade of 1960, which resulted in the so called historical division that took place in January 1965 during the 47ª Assembly of the Brazilian Baptist Convention (CBB) in the First Baptist Church in Niterói-RJ. For this purpose, the emergence of CBB and the so-called MRE tripod, Appleby, Nascimento and Tognini, were considered the main factors responsible for this movement, which enabled the creation of Evangelical Missionary Action (AME) and the birth of National Baptist Convention (CBN). It was highlighted that since 2000 there was a rapprochement between CBB and CBN. In this way, it is revealed to the members of the Baptist Churches this historical knowledge, and it is pointed out that this division did not generate great sequels, on the contrary, it contributed to the spread of Protestantism in Brazil.

Keywords: Brazilian Baptist Convention. National Baptist Convention. Protestantism in Brazil.

RENOVAÇÃO-ESPIRITUAL-NO-MEIO-DOS-BATISTAS-DO-BRASIL-NA-DÉCADA-DE-1960

EXPIAÇÃO E INTERCESSÃO DE CRISTO: Uma análise exegética de 1 João 2.1-2 e suas implicações teológicas

Jaison Francisco Da Silva Oliveira[1]

RESUMO

A primeira carta de João é um escrito apologético, doutrinário e pastoral que expõe enfaticamente a obra de Cristo como única forma de obtermos o perdão de nossos pecados. A centralidade da doutrina da expiação e intercessão de Cristo expressa nessa carta, apresenta como o conhecimento do sacrifício expiatório é de suma importância para uma compreensão correta sobre Jesus e a vida cristã. Não associar a obra vicária de Jesus à espiritualidade cristã gera uma adoração deformada por parte da igreja. A igreja precisa estar ciente do preço pago pela sua redenção e como este tema está relacionado ao âmago da fé cristã. Quando a comunidade da fé compreende a ação de Deus por meio de seu único Filho para perdão dos pecados, o povo de Deus amadurece espiritualmente. Este artigo visa, mediante uma exegese e pesquisa bibliográfica, expor a importância doutrinária do ensino da propiciação e intercessão de Cristo na primeira epístola de João, ao interpretar o texto de 1 Jo 2.1-2, considerando o pensamento de estudiosos da Bíblia, como Anthony Hoekema, Simon J. Kistemaker, Gerard Van Groningen, entre outros. Dado o exposto, o presente estudo pretende demonstrar que o cristianismo está alicerçado no sacrifício de Cristo e que uma igreja que não reconhece os méritos de Jesus como o seu firme fundamento para com Deus tende a contrariar as Sagradas Escrituras.

PALAVRAS-CHAVES: Teologia joanina, Obra vicária, Cristologia.

ABSTRACT

The First letter of John is a apologetical, doctrinaire and pastoral written that emphatically show the work of Christ as only form of get the clemency of our sins. The doctrine´s centrality of expiation and intercession in this letter announce as knowledge of expiatory sacrifice of Christ is necessary to undestand correctly Jesus and christian life.When we don´t connect the vicarious work of Jesus with the christian life it generate a misshapen worship for part of Church. The church needs to be conscious of price that was paid for its redemption and as this theme is related with the center of christian Faith. When the community of Faith undestand the action of God through of only him Son to forgiveness of sins of church, the God’s people grow up spiritually. This article intends through of a exegetical work and bibliography search to show importance doctrinally  of propitiation in First epistle of John, interpreting 1ª Jo 2.1-2 and considering the thought of renowned studious of Bible as Anthony Hoekema, Simon J. Kistemaker, Gerard Van Groningen to demonstrate that the  Christianity is based in sacrifice of Christ and  that only  through of the Jesus’s merits, we can  to be freed of wrath divine and  to have peace with God.  KEYS-WORDS: theology of John, vicarious works, christology.


[1] Pastor auxiliar na Primeira Igreja Batista de Codó, bacharel em teologia pela FATIN, Pós-graduado em Teologia do Novo Testamento aplicada (FABAPAR) e Mestrando em Teologia (FABAPAR).

EXPIAÇÃO-E-INTERCESSÃO-DE-CRISTO-Uma-análise-exegética-de-1-João-2.1-2-e-suas-implicações-teológicas

A TRAIÇÃO DE AITOFEL: Explica, mas não justifica!

Edmar dos Santos Pedrosa[1]

RESUMO

A Bíblia apresenta muitas histórias em forma de dramaturgias em seus textos narrativos. Narram fatos da vida real com personagens, emoções, atitudes e consequências que estas trouxeram a eles e aos outros a sua volta. A traição não é incomum de ser mostrada nas páginas bíblicas e, às vezes, é apresentada com riquezas de detalhes que chegam a impressionar, mostrando assim, que Deus trata com pessoas e não faz questão de esconder suas falhas e fragilidades de caráter. Com relação a Aitofel e seu amigo Davi foi exatamente isso que aconteceu. Contudo, a narrativa deixou uma dúvida intrigante no texto: o que teria levado um amigo tão fiel a trair o outro e a Deus? Talvez uma traição anterior tenha sido o motivador daquela triste ação ou mesmo uma emoção muito forte e “incontrolável”, motivada por sentimento passional. Uma ou outra pode tentar explicar aquela traição que destruiu, não só a amizade verdadeira entre ambos, mas também muitas vidas inocentes desnecessariamente. Desta forma, a traição pode ser compreendida, perdoada e até explicada, como naquele caso, mas nunca justificada.

PALAVRAS CHAVE: Traição, Amizade, Remorso, Vingança.

ABSTRACT

The Bible presents many stories in its narrative texts. The texts narrate real-life facts with characters, emotions, attitudes, and consequences they brought to them and others around them. Betrayal is not uncommon to be shown on the biblical pages and  sometimes it is presented with details which is impressive, thus showing that God deals with people and makes no attempt to hide their flaws and weaknesses character. As for Ahithophel and his friend David, that’s exactly what happened. However, the narrative left an intriguing doubt in the text: what would have led a friend so faithful to betray the other and God? Perhaps a previous betrayal was the motivation of that sad action or even a very strong and “uncontrollable” emotion, motivated by passionate feeling. Either one may try to explain that betrayal that destroyed not only the true friendship between them but also many unnecessarily innocent lives. In this way, betrayal can be understood, forgiven and even explained, as in that case, but never justified.

KEYWORDS: Betrayal, Friendship, Remorse, Revenge


[1] Graduado em Ciências Policiais e de Segurança Pública pela Academia de Polícia Militar do Barro Branco (2002), Bacharel em Direito pela Universidade Salesiana de Campinas (1998), Graduado em Teologia pela Faculdade Teológica Batista de Campinas (2013) e Mestre em Teologia pela Faculdade Batista do Paraná (2016), Doutorando em Tocoginecologia pela Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas. Professor de Novo Testamento na Faculdade Batista de Campinas.

A-TRAICAO-DE-AITOFEL

REVISTA FABAMA - Seminário Teológico Batista em São Luís